A Inroots - agência focada em empresas de varejo, com uma unidade de pesquisa voltada para o atendimento de comportamento dos "shoppers" - acaba de divulgar o resultado de janeiro do Índice Nacional de Satisfação do Varejo (INSV), que considera, entre outros setores, o comércio de material de construção.

De acordo com o estudo, no mês, o INSV registrou variação positiva de 1,4% atingindo 79,8% de satisfação dos consumidores. No período, a melhor nota foi alcançada pelo segmento de óticas, jóias, bijoux, bolsas e acessórios, com 84,5% de satisfação. O segmento de lojas de departamento, artigos do lar e mercadorias do lar foi o que mais subiu em relação a dezembro: 2,7 pontos percentuais, chegando a 79,2% de satisfação. Nesse cenário, o segmento de material de construção atingiu, em janeiro, 77,34% de satisfação dos consumidores.

Segundo a pesquisa, um dos pontos que influenciou a percepção dos consumidores em janeiro foi o cuidado com a pandemia no ponto de venda. Na avaliação dos entrevistados, algumas lojas estão com todos os caixas funcionando e bem próximos, sem qualquer cuidado com o distanciamento. Além disso, os entrevistados observaram que, em alguns locais, os funcionários não usam a máscara corretamente.

Com apoio do Núcleo de Varejo da Escola Superior de Propagando e Marketing (ESPM), o levantamento tem como objetivo mapear, mensalmente, a satisfação dos consumidores em relação às 300 maiores varejistas do País, que administram 576 bandeiras de negócios.

Fonte: http://www.revistaanamaco.com.br/satisfacao-dos-consumidores-melhora-em-janeiro-aponta-pesquisa

Avaliações

Seja o primeiro a comentar esse post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *